terça-feira, 19 de setembro de 2017

quem se importa?

Eu queria gritar tanto, tão alto que minha cabeça iria explodir.
Eu queria não sentir nada disso que eu sinto.
Eu não queria tanto morrer.
Eu queria conseguir sentir o amor que as pessoas sentem por mim invés de só me sentir um peso sempre.
Eu queria poder estar bem.
Eu queria tantas coisas.
Eu não entendo meus sentimentos, eu não entendo meus pensamentos, eu não entendo essa culpa que eu sinto, eu não entendo o porque ainda estou vivo e não entendo o porque de não conseguir acabar com tudo logo.
Eu não entendo a guerra que é todo dia para eu conseguir sair da cama, eu não entendo porque tudo dói tanto, minha cabeça, minha alma e meu corpo.
Eu não entendo a discussão interna que tenho todos os dias comigo mesmo me culpando por tudo que acontece de ruim comigo e na minha volta e entendo menos ainda como eu sempre perco essa discussão pra mim mesmo.
Eu não entendo minha falta de vontade de viver, eu não entendo nada.
Queria tanto poder falar com as pessoas mas o medo de me tornar um peso maior ainda não deixa.
Queria tanto que alguém me olhasse nos olhos e simplesmente me abraçasse.
Queria tanto que me falassem "eu entendo sua dor" e não me exigissem nada além disso.
Queria tanto eu poder entender a minha dor.
Queria tanto que as pessoas não esperassem mais nada de mim e se eu morresse apenas falassem "ele precisava disso, ele não aguentava mais.
Eu queria tantas coisas.
Queria ser mais afetuoso com minha familia, com meus amigos.
Queria ter mais paciência e não ser esse monstro que me tornei.
Queria me olhar no espelho e não pensar mais "quem sou eu? e no que eu me tornei?"
Queria suportar a minha existência.
Queria passar uma noite sem chorar porque não sei mais como fazer as coisas, como viver.
Eu queria não me sentir mais tão sozinho, mesmo sabendo que não estou.
Eu queria ter o controle de novo, dos meus pensamentos, das minhas palavras ,da minha vontade, eu queria saber lidar com tudo isso.
Se eu mesmo não me aguento como posso querer que alguém o faça?
E nos final das contas, quem se importa mesmo?

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Castelos feitos de areia...

Ontem eu tive as horas mais aterrorizantes da minha vida, fui completamente dominado por um sentimento ruim que eu não sabia como tirar de mim, fiquei batendo e raspando minha cabeça na parede até esfolar, tentei me sufocar, tentei me enforcar e nada dava certo, eu me sentia apavorado, tudo era dor, não uma dor física mas uma dor de dentro pra fora, sem dúvidas alguma esse é o fundo do poço , estava disposto facilmente a acabar com tudo e única coisa que não me permitiu fazer isso foi pensar em que me encontrasse morto os danos que faria e essa pessoa seria meu pai, minha mãe ou irmã e da mesma forma que não me aguento mais a ultima coisa que quero e acabar causando o mal pra alguém por culpa da minha cabeça doentia.
Ainda ta doendo e muito, mas ao menos consegui aceitar um pouco a dor e estou bem mais calmo, não sei até quando, não sei até que horas, mas tenho sentido como nunca antes e como está difícil tudo. Não me vejo mais no espelho, não me reconheço mais em nada , me sinto um espectro de mim mesmo.
Não tenho coragem de falar disso com ninguém simplesmente não conseguiria e me sentiria pior por trazer preocupações.

"And she wished and prayed she would stop living, so she decided to die
She drove her wheel chair to the edge of the shore, and to her legs she smiled
You won't hurt me no more
But then a sight she'd never seen made her jump and sayLook, a golden winged ship is passing my wayAnd it really didn't have to stop, it just kept on going"

domingo, 10 de setembro de 2017

Breve momento

Eu fui dormir com a cabeça cheio e acordei ainda pior, sempre me culpei por tudo que aconteceu de errado , mas não estava sendo justo comigo, não fui eu que se travou em dar amor, não fui eu que me ausentei quando presença era necessário.
Cansei de ser uma peça coadjuvante da minha vida, cansei de tentar fazer o melhor pelos outros e não ter muita reciprocidade.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Chama

Chega a ser angustiante acordar com o coração apertado, com pensamentos sombrios e aquela patética sensação de "não vou fazer falta" , o dia fica pesado, você quer desabafar mas na verdade nem tem com quem. Parece que no final das contas ninguém se importa e aqui acaba sendo minha válvula como sempre.
O medo de nao ser entendido ou ridicularizado ou o medo de incomodar  com meus problemas imaginários que eu mesmo invento na minha cabeça faz essa angustia só crescer mais ainda.
Meu corpo todo dói, até meu cabelo dói e eu sinto cada dia mais eles caindo pra ser sincero, já não tenho assunto com mais ninguém, já não sei mais  o que falar e com quem falar fico em papos limitados, rasos e chato, no máximo apelo ao sexo me tornando inconveniente e repetitivo.
Toda a chama que um dia já tive de viver, conversar, fazer os outros rirem vai cada vez mais se apagando, ela ainda existe mas sempre menor e mais cansada.
Não to vendo luz no final do túnel, apenas sentei e estou esperando algo acontecer isso é, se acontecer.

domingo, 27 de agosto de 2017

Bobagens

Então você não tem nada pra oferecer a ninguém, nem uma companhia, nem uma palavra amiga, nada. Se perde dentro das próprias frustrações , chora, é o peito amargar.
Olhar em volta so se vê como sempre, completamente sozinho, triste, deprimido. A vida deixou de ser bela a vida é feia agora , você é feio.
Dias longos que parecem não terminar com noite mais longas ainda. Um dia difícil pra se viver, um bom dia para morrer, mas hoje não, não ainda.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Perspectivas

Esses dias me perguntaram se eu achava que já tinha conhecido a mulher da vida e comodamente eu menti e disse que não acho que isso existe, quando na verdade, eu acho que sim que eu já a conheci mas que infelizmente eu não era o homem da vida dela, e daqui vários anos ela perceba isso é de alguma forma fale comigo "caralho sempre foi você ".
Mas prefiro não viver com essa dúvida, prefiro viver achando que ainda vai aparecer alguém que esteja 100% comigo ali, que tudo desmoronando e eu surtado vai me abraçar e falar "calma".
Tenho consciência que quase todos meus relacionamentos eu que estraguei com minha cabeça estragada, e não posso esperar nem querer que ninguém ature isso simplesmente por gostar de mim, só sei que é muito difícil estar sozinho e sem perspectiva de que alguém que apareça vai me aturar.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

5 minutos

Quando Nietzsche diz para tomar cuidado ao encarar um abismo para ele não acabar encarando a gente, ele dizia em um sentido figurado pois bem, hj eu encarei o abismo, por longo e infinitos 5 minutos eu olhei pra baixo e o vento bateu no meu rosto, algumas lágrimas que escorriam desceram até o chão, e eu congelado não conseguindo parar de olhar, 5 minutos e eu refleti sobre toda minha vida e todas as escolhas erradas de palavras e atitudes que eu tive até hj, 5 minutos que só me mostraram o quanto eu consigo estragar tudo sempre, o quanto eu peco por sentir demais as vezes, e de menos outras vezes, 5 minutos que me seguraram pra não transmitir para outras pessoas a culpa q eu carrego por toda minha cabeça desgraçada.
Me sinto mais pesado , meu corpo dói inteiro uma dor agoniante que esmaga tudo dentro de mim.
Meu final eu acho que sei, agora que eu não sei é quando será que esses 5 minutos vão passar.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Comum

E quando se dá conta que se eh apenas um babaca desinteressante? Que não tem nada a oferecer pra ninguém, digo, bem boa companhia, nem um papo um inteligente nada, nada diferenciado. Apenas uma pessoa normal e sem graça, veia, mais ou menos em tudo.
É assim me sinto, mais um na multidão, nada de destaque nada demais. É assim serei pra sempre, pq eu sempre lutei contra mas no fim das contas sou apenas uma pessoa comum

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Já não me aguento mais.

Dormir pouco é sinônimo de crise, angústia, solidão é o terrível sentimento de vazio, quando as decisões pesam e não sei mais o que estou fazendo, se é o certo ou se vou me arrepender
É claro q vou me arrepender que dúvida disso, mas será que vou conseguir algo melhor? Será que o chamado da estrada vira até mim novamente?
Tenho tanto medo de tudo, sinto meu peito sufocado e me sinto sozinho. Sei lá, ninguém se importa não é mesmo? Eu e meu bom talento de estragar tudo sempre, de fato estou cansado de magoar as pessoas. Estou cansado de sentir q ninguém consegue me entender e de fato estou cansado de estar rodeado de pessoas e totalmente sozinho por dentro.
Eu mesmo já cansei de eu mesmo, não aguento mais minhas lamúrias e minhas crises, já não me aguento mais com as mesmas perguntas sempre martelando minha cabeça, já nao me aguento mais com o mesmo melodrama barato, já não me aguento mais me sentindo terrivelmente sozinho , já não me aguento mais.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

lembranças sempre atuais


O ser humano prega tanto o respeito, mas na realidade todos são descartáveis, assim como copos ou roupas velhas as pessoas se usam até falarem "não precisamos mais de você" e simples, você ta fora, tchau. Não se preocupam e não estão nem aí, afinal, não precisam mais de você, e como um objeto que está sendo jogado fora ninguém pergunta e nem avisa se você se importa, o lixo é o destino de todos.
Bom fim de semana.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Nunca vai mudar

Nunca vai mudar, vai chegar tarde da noite eu vou ficar ansioso por algum afago ou afeto
Nunca vai mudar, passar o dia esperando uma mensagem inesperada.
Nunca vai mudar a vontade de ouvir um "eu acredito em vc".
Nunca vai mudar essa vontade de querer pertencer a algum lugar
Nunca vai mudar esse sentimento de euforia e anseio de demonstração sincera de sentimento.
Nunca vai mudar o desejo de acordar com uma declaração espontânea.
Nunca vai mudar esse desejo de vitória mesmo sabendo q nunca irei ganhar , mas meu lugar não é entre os melhores.
Nunca vai mudar o fato de que as coisas estarem sempre fora do lugar na minha cabeça.
Nunca vai mudar minhas paranóias
Nunca vai mudar minha ansiedade
Nunca vai mudar isso de se sentir sozinho.
Nunca vai mudar isso de sempre querer alguém pra me fazer o bem.
Nunca vai mudar eu estragar tudo no final
Nunca vai mudar...

sábado, 8 de julho de 2017

Apatico

A pior parte de se sentir sozinho e quando tudo contribui pra isso, em uma tentativa desesperada de tentar conversar com todas pessoas próximas e nenhuma perceber seu grito de socorro. A forte sensação de se viver em uma neblina onde só se consegue enxergar vutos e sombras, e as formas sólidas de uma possível alma amiga se dissipa e some em minhas mãos. 
Não adianta gritar se ninguém vai olhar e também não adianta chorar se ninguém vai se comover e tentar te ajudar. 
Apático essa é a palavra sobre o que sinto nesse momento, longe de estar feliz mas também não triste por definição, apático essa é a palavra sobre o que sinto nesse exato momento.
E no final das contas se importa ou não pra alguém já não faz tanta diferença, sinto o tempo acabando o tempo sempre acaba.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

quem sou eu?

E então eu me pergunto , quem sou eu? Um cara legal que tenta ver todo mundo por perto bem? Um doente maluco que não sabe nem consegue lidar com os proprios sentimentos e que torna todas as paranoias como se fossem reais?
Uma pessoa que tem algum amor pra dar? Ou um completo imbecil paranoico e que dificilmente vai conseguir encontrar alguém que esteja ao meu lado quando essas loucuras vem a tona.
Quão alto sempre será o preço que vou pagar pelos meus próprios problemas que não consigo resolver? quantas pessoas mais vou afastar de mim? quantos amores mais perderei por ser maluco? No final das contas estou com um medo da porra de ficar sozinho.
Novamente me sinto caminhando sozinho no deserto o breve momento na calmaria foi realmente gratificante e bom, foram meses que eu realmente me senti em paz e feliz, mas acabou rapido, sempre acaba rapido, mas não tem problema volto a buscar aquilo que me fará bem no momento e espero acabar não me arrependendo rápido demais.
que assim seja e que eu consiga encontrar a felicidade momentânea novamente.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

rapido grito de socorro

E então chegou a hora de ir... um frio na barriga tremendo de que com certeza irei me arrepender esperando o minimo sinal para ficar mas ele não aparece, ele nunca aparece.
me sentindo completamente desolado, com o estomago embrulhado e absolutamente sozinho.
arrependido de todos os erros tolos que cometi, de todos os excessos e talvez da falta de coragem em certos momentos.
mas no geral um pouco contente, não muito pois dessa vez desistir está sendo dificil e não fácil como sempre foi, mas se eu não correr vou explodir. As poucas tantas coisas que aconteceram nas ultimas semanas realmente me deixaram male não convém deixar aqui o que foi.
só espero que eu não seja totalmente consumido por essa angustia e não surte, como sempre.

terça-feira, 27 de junho de 2017

Sobre insegurança e medo.

Enquanto tudo vai indo bem, me sinto a melhor pessoa que existe. Mas então uma pedrinha fora do lugar é o suficiente pra me virar do avesso e tudo me assustar e eu desconfiar.
Obviamente em relacionamento não poderia ser diferente, enquanto tudo vai bem consigo ser a melhor pessoa do mundo mas ao menor sinal de eu sentir que a pessoa não quer estar alí ( e obviamente esses sinais são gerados pela minha insegurança e medo e acaba dando start nas paranoias) eu me transformo em alguem despresivel, que tudo se sente desconfortavel vira motivo de brigas sem sentido, tudo vira paranoia da pessoa estar com outro , os pensamentos se transformam em uma doença contagiosa que domina todas minhas palavras e ações, me turno estupido e cego.
E pronto, assim consigo acabar com qualquer relacionamento promissor, -"mas vc tem que aprender se controlar"- como se eu não tentasse, como se eu não soubesse que enquanto eu estrago tudo eu não esteja pensando que estou estragando tudo. Infelizmente é algo muito mais forte que eu.
tenho uma vida inteira baseada e construida na insegurança, nao vou conseguir me livrar disso tão fácil, e enquanto não aparecer ninguém que entenda e saiba lidar com isso estou fadado ao fracasso eterno em relacionamentos.


segunda-feira, 15 de maio de 2017

tudo errado

E então, você sente raiva, muita raiva.
parece que nada te acalma, tudo te irrita ainda mais
você chora, você grita, você fica quieto com cara de bosta, e tudo ainda te irrita.
tudo te irrita.
e você já nem sabe mais pq ta irritado, não sabe mais nada, o controle foi perdido.
então vem o lamento e a certeza de que novamente está fazendo tudo errado.

terça-feira, 18 de abril de 2017

sem título

então tudo que era lindo acabou, principalmente mais uma vez por conta da minha insegurança, dos meus medos e paranoias.
mais uma vez poe se tudo a perder por ter medo de tentar de novo, e por ser tarde demais.
na loucura estupida de entender onde eu errei e criando um caminho infinito de erros, criando um campo minado de duvidas. e do lindo jardim agora me sinto de novo no escuro, nao sei o proximo passo, me sinto mais sozinho como jamais me senti.
eu queria ser melhor que isso, queria ser mais forte que meus medos e insegurança mas sempre perco pra eles, morro pra eles e quando finalmente parecia que as coisas iam pro lugar, sairam, descabelharam e nem sei se essa palavra existe
estou com medo, com falta de ar, quero morrer.
por que parece que sempre tem que ser tão dificil?
eu que tenho complicado? não sei!
mas doi, dói muito. dói ser o pior em tudo, dói não ter talento algum, dói perder a pessoa que ama por ser um bosta inseguro.
por ser feio, por não ser forte, por ser nada.
dói acordar e saber que só me resta ir trabalhar e voltar do trabalho.
dói saber que to sozinho de novo
dói saber que todos os planos se forem e como sempre "castelos são feitos de areia e são levados pelo mar, eventualmente".
e dói saber que no final das contas a culpa vai ser sempre minha

terça-feira, 11 de abril de 2017

Indiferença

Eu não sei como estou mais, aliviado , triste, não sei. A relação q eu mais acreditei que iria durar, como todas as outras acabou e agora? Não sei, no final das contas acho que sempre me iludi e sempre soube que acabaria cedo, sempre senti que ele não estava ali 100% e tenho medo é também certeza que logo ela estará com alguém e não nos falaremos mais, parece que eu tenho uma espécie de dom que sempre o próximo cara que as mulheres que eu me relacionam ficam acabam casando, é isso me deixa péssimo pois fica mais que claro que elas são mulheres ótimas e o problema provavelmente sempre será eu.

domingo, 9 de abril de 2017

E então?

E então? Parecia que as coisas estavam no lugar, mas era só uma bagunçada disfarçada, e então? Assustado de novo, com o nó na garganta , e do nada uma escuridão acompanhada de uma solidão
E então? Eu não sei, só consigo chorar por dentro e apático por fora. E então? Não estava preparado para cair, não agora não dessa forma, meus joelhos estão ralados. E então? Minha cabeça tá doendo, atordoado, o velho turbilhão de sentimentos me invade de fora pra dentro. E então? Eu não sei! E então? E então? Eu me pergunto e então? E não consigo achar resposta só respiração ofegante e a sensação dá derrota de novo e de novo e de novo. E então? com 30 anos e meus braços não estão preparados pra nadar contra maré forte novamente. E então? eu não sei! E então? eu não sei! E então? sinceramente, não tenho forças pra continuar lutando e no momento não estou muito interessado nisso. E então? sinceramente, eu não sei.