quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Outra roupa mesma historia

Meu quarto está uma bagunça, hj em particular está muito caótico , tênis jogado pra todo lado, meias, roupas tudo espalhado, 10 minutos ou menos eu resolveria esse problema é tudo estaria arrumado, mas eu não consigo, eu olho e fico o cansado imagino mil coisas, cabeça vai longe, antigas preocupações aparecem somadas a novas preocupações. Quero largar meu emprego culpando ele por ser ruim onde na verdade é só minha cabeça me colocando no meu devido lugar.
Perdi o compasso da valsa, não consigo mais acompanhar a dança, eu tô tentando , cara e como eu tô tentando, mas me sinto tão fraco e impotente , me sinto um barco a deriva.
Eu já não tenho mais coragem de falar as coisas pras pessoas com medo de mágoalas e perder elas, então guardo tudo pra mim, mastigo e engulo a seco, dói minha garganta , dói minha cabeça, dói na minha alma e no meu coração, mas eu tenho medo de perder o pouco de afeto que me resta, tenho medo de ficar mais sozinho que estou.
Horrível essa sensação, quero poder falar pras pessoas como me sinto realmente eu queria falar pras pessoas o quanto me dói tudo.
Eu queria poder amar e ser amado de novo sem medo de acabar sozinho assistindo o mesmo final de sempre.
Mas a mesma assombração vem e se faz real, mesmo filme, sempre o mesmo, e quanto mim já cansei desse final repetido .

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

curta metragem

Por mais que eu tente disfarçar eu não posso negar que estou péssimo. consegui um trabalho e as coisas na minha cabeça deveriam melhorar, mas só pioraram  eu sinto o tempo inteiro vontade de chorar, preciso sumir, preciso mudar, preciso evoluir, preciso de tantas coisas que nem sei por onde começar
eu sou um lixo e me odeio tanto e isso me mata todos os dias.
por hora é só. apenas solidão, dor e tristeza

Coadjuvante

Não é sobre não entender meu papel na vida das pessoas e nem o quão diferença eu faço para elas ou não. Mas sim em um sutil momento se dar conta que realmente seu lugar nunca será na superfície e sim sempre nos bastidores. Fica difícil de se aceitar quando no geral as pessoas não me querem como ator principal.
Quando se faz o teste para ser o protagonista mas é escalado como o ajudante pateta , eu percebo o quão difícil tudo vai ficando. Às vezes eu sinto que consigo ver uma luz do fundo do poço que alimenta minha esperança, mas ela normalmente se apaga mais rápido do que me dá tempo de processar o informação.
A vida fica difícil quando o maior inimigo e minha própria cabeça, queria me aceitar mas não será hoje, nem amanhã, não posso cobrar que alguém me aceite sendo que eu não me aceito e espero um dia conseguir mudar isso.

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Rascunho 15 (03/01/2018)

Eu me sinto uma pessoa altamente superável, digo, eu vejo tantas relações ruins por aí em que ambos lutam , insistem, fazem, acontecem enquanto comigo sempre foi acabo fim, e a pessoa parte pra próxima.
Acredito que isso tem uma forte influência na minha síndrome de inferioridade , homem que bate na mulher, terminam a mulher perdoa e voltam, caras que não valorizam, não satisfazem, não demonstram, não correm atrás...terminam e voltam. A mim depois de algum surto idiota que eu tenha terminado restou o "vc é muito legal mas..."
Claro, não sou perfeito e tô longe disso e na real nem entendo pq alguém fica comigo, mas quando ficam o depois acaba sendo tão pior , acho que é muito melhor não ser lembrado do que ser facilmente esquecido..

sábado, 3 de fevereiro de 2018

E se fosse o fim?

A verdade é , que se caso hoje eu tentasse dormir pra sempre, não haveria pq ninguém se sentir culpado mas sim ficarem "felizes" por mim, pq eu não aguento mais o tanto que dói o peso da minha existência, o quanto cada tarefa isso vale desde o acordar até dormir é uma batalha infinita na minha vida, o quanto eu me odeio e olho no espelho e só vejo uma pessoa feia.
Eu tenho muito amor por todas as pessoas que tenho na minha vida, o problema que viver tem sido mais difícil de lidar do que esse amor que sinto pois ele não existe quando se trata de eu amar.
Minha cabeça e confusa e eu não consigo me perdoar por todos os erros que cometi, por todas as pessoas que fiz mal.
Cheguei em um ponto que minha cabeça já não aceita mais nenhum momento de felicidade que eu tenha sem me sentir culpado, não consigo ganhar algo sem me sentir mal por isso, não existe mais prazer algum em estar vivo.
Caso eu tivesse coragem, eu ia ficar muito feliz se fosse compreendido que não existe um motivo principal é sim um conglomerado de coisas que minha própria cabeça faz comigo.
A falta de um relacionamento consistente e sincero a sensação de que nunca serei suficiente , somado com todos os fracassos que se acumulam na minha vida.
Eu sinto muito amor e um real sentimento de que todos pudessem estar bem, mas cheguei num ponto que eu sei que não ficaria mais bem de maneira alguma e espero que entendam minha decisão.
Eu tbm quero q entendam minha falta de coragem de tomar essa decisão logo...

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Fio da navalha

Nunca me considerei uma pessoa bonita, na verdade sempre tive repulsa por mim mesmo. No dia de ontem eu atingi um outro nível de me odiar, me olhei no espelho e só consegui ver uma pessoa deformada, quebrada , incapaz de ser verdadeiramente amada.
Minha alma está acabada, não suporto mais essa dor dentro de mim, não suporto mais odiar a pessoa que eu vejo no espelho.
Me lembro quando eu tinha 25 e dizia que queria ter filhos chegando nos 30, pois bem cheguei aos 30 e não tenho nem condição de me cuidar, quanto mais em ter uma criança, cada noite tenho me confirmado que vou acabar sozinho, ninguém tem a obrigação de aguentar ou de me entender, e quem se importa mesmo?
Nunca pensei que eu fosse só mais um, eu pensava que teria algo especial, pois bem, virei adulto e não tenho nada em especial, nenhum talento, nada. Me tornei o que eu temia, uma pessoa média , feia e quebrada, só mais um entre tantos.
A vontade de morrer ainda me embebeda , talvez eu pegue impulso. Eu só queria ser verdadeiramente importante pra alguém , o cara inesquecível. Pois bem, se nem eu consigo me lembrar das coisas pq acharia que alguém tem q se lembrar de mim
Corte de navalha demora pra cicatrizar, e talvez usaram isso pra me mutilar. Tudo sangra e quanto a mim? Continuo feio e me odiando.
Boa noite

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Pés gelados

Dia 10 completou 5 meses que voltei de Curitiba na esperança de melhorar minha cabeça, e bom, melhorar não é a palavra muito pelo contrário, me sinto pior a cada dia, cada dia mais sozinho, cada dia mais sem esperanças.
Eu simplesmente não aguento mais minha cabeça gritando comigo que vou acabar sozinho, não aguento mais minha cabeça gritando comigo que eu falhei e que vou falhar, sou tomado por uma forte falta de ar, uma horrível euforia.
Bom os últimos acontecimentos foi ter visto tudo que eu tinha por amor desmoronar, ver as pessoas q eu amo ou amei amando outras pessoas. E quanto a mim? Cada dia me sentindo pior por todos os erros que eu cometi, por todos os "não" que falei e por todos os "não" que me calei.
Me sinto vulnerável, perdido e sozinho. Meus pés estão molhados pelo fundo do poço, e gelados, e tudo está doendo.
E a previsão é que não vai passar tão logo.