sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Textao

Ao mesmo tempo q eu sinto que minha cabeça chegou no auge do desgraçamento, eu tô de certa forma contente , cada dia mais eu vejo que mesmo com todos os problemas que temos em casa eles são as pessoas mais compreensíveis e que mais me ajudam, e todos eles são motivos de motivação pra mim, meu pai por sua calma , bom humor e uma honestidade inabalável, minha mãe por uma garra que mesmo tendo passado por tudo que ela passou continua fazendo de tudo do jeito dela pra ver todos bem em casa, minha irmã que tem uma perseverança , inteligência e força pra correr atrás do que quer e do meu irmão que tem foco prós seus objetivos e uma disposição seja pro que for trabalho, esporte ou ajudar na HR do sufoco que poucos tem. Queria ter 1% de cada detalhe deles pra conseguir ser melhor. Eu sei que textao e chato mas eu não sei demonstrar sentimentos falando apenas escrevendo e essa foi a forma que eu arrumei de agradecer e mostrar toda minha admiração por eles, pq só eu sei como não está fácil conviver comigo ultimamente e eles tem feito de tudo pra eu me sentir bem, e mesmo não parecendo minha gratidão eh muito maior do que se pode medir, só queira concluir dizendo que amo todos demais e agradecer por ter nascido perto deles.

domingo, 12 de novembro de 2017

Eu nao sei, so sei que nao quero.

Sabe, eu ando me sentindo cada vez mais só , me distraio com meus amigos jogando e dando boas risadas, mas quando isso acaba eu fico vazio. Me olho no espelho e me odeio cada vez mais e mais. Criei desprezo por mim mesmo.
Mesmo com remédios fortes pra dormir o sono custa a chegar, e até lá a cabeça judia de mim e muito.
Sabe, eu já bolei mil formas de acabar com isso , não seria um ato egoísta , pq eu realmente não acho justo continuar nisso, tudo doendo eu me odiando , cada dia é uma tormenta com pensamentos terríveis.
Pessoas que eu achei q nunca fossem me abandonar me largaram de lado, me evitam, não querem falar sobre , entendo elas deve ser chato só ouvir lamentos.
Eu deixei de ter um brilho bonito de levar risada para os outros para me transformar em uma pessoa chata, escura , sem brilho algum.
Sabe, eu costumava amar fazer os outros rirem e agora eu me seguro o tempo todo pra não cair em prantos em cada conversa , não gosto de ir falar de me abrir não quero incomodar, mas ao mesmo tempo faz falta ouvir um "estou aqui com vc, vamos enfrentar juntos" , faz falta alguém do meu lado de verdade, eu sinto falta de uma parte de mim que parece que morreu.
Eu me repúdio, e não sei como mudar isso, não me imagino mais conseguindo desenvolver um amor próprio.
Essa é uma história sem culpados, eu jamais culparia alguém pela minha condição , pois sei que o culpado sou eu, sei que eu me coloquei nessa situação sempre deixando tudo pela metade, sempre fugindo , sempre abandonando. E agora eu tô aqui pela metade, sem ter pra onde correr abandonado.
Meu corpo está cheio de feridas que coçam e sangram pra caralho, meu rosto está com a pele descascando com feridas estranhas o que me faz me odiar mais ainda, me sinto feio, sempre me senti feio mais agora me sinto mais feio ainda, cada vez mais magro. Me sinto apenas definhando.
Queria um abraço longo e apertado e quente, um café e depois ficar deitado , abraçado esperando o tempo passar sem falar nada, apenas com carinhos e olhares.
Mas eu tenho esse sentimento vazio, essa dor monstra que não passa, é um milhão de vozes gritando o que tenho que fazer.
Eu prometi que ia resistir, mas cada vez acho mais e mais difícil cumprir promessas.

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

A menina da nobreza.

Sinto tanta falta, do modo que ela me contava quando gente se encontrava das coisas que aconteceram pelo caminho com uma empolgação de quem vinha da maior aventura. Sinto tanta falta que só depois de me contar ela dava oi. Sinto tanta falta dela me abraçando sem perceber dormindo no meio da noite. Sinto tanta falta do jeito que ela me olhava. Sinto tanta falta da maneira como o corpo dela encaixa no meu. Sinto tanta falta que ela nem imagina como penso nela o dia inteiro e como ainda choro a noite. Sinto tanta falta de não ter medo.
Sinto tanta falta de não ter culpa, sinto tanta falta de não chorar, sinto tanta falta de ser forte.
Queria poder ficar abraçado com ela, em silêncio, sem falar nada, apenas esperando tudo de mal passar, como sempre passava quando eu estava com ela.
Eu só queria que passasse tudo isso logo, eu só queria saber quem eu sou de novo.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Manic Depression

Sobre Depressão:

ter depressão é uma bosta, e eu não entendo quem romantiza essa merda.
o corpo doi, doi muito, doi pra caralho, você abre o olho e o corpo já ta doendo, uma dor estranha que vem de dentro pra fora, você abre o olho e já pensa "bosta" você precisa criar coragem pra sair da cama,mas vc nao tem essa coragem, entao vc fica lá minutos, horas o tempo que for, mas vc precisa levantar e fazer suas tarefas diarias , então vc levanta e seu corpo doi, doi mto, vc nao quer falar com ninguém só quer ficar quieto, mas vc precisa falar e tem q ser agradavel para as pessoas, mesmo não querendo pq sem motivo algum vc tem um infernal sentimeno de culpa, sem motivo algum tudo parece ofensivo pra vc, sem motivo algum vc simplesmente não quer estar vivendo e sem motivo algum seu corpo doi, e doi muito.
Mas então vc vai fazer as suas tarefas, com uma má vontade do caralho, pq vc nao quer fazer, vc só quer ficar no quarto quieto, fazendo qualquer coisa, fazendo nada, mas vc tem q fazer as tarefas afinal a sua vida nem a das outras pessoas podem parar por conta da sua doença. Mas vc faz e alguém pergunta 'ta tudo bem?' e vc responde 'sim' mas não ta nada bem, mas vc nao sabe pq nao ta bem, vc so sabe que doi, tudo doi.
Então, começam os remédios "opa talvez eu melhore" não, vc não melhora, parece que não muda porra nenhuma, tudo ainda doi, vc ainda não quer falar com ninguem, mas vc é obrigado a falar com as pessoas e elas te dão conselhos, são bons conselhos vc queria seguir todos eles, mas vc nao consegue pq tudo doi e sua cabeça fala "não" e vc simplesmente não consegue, pq vc ta preso em uma sala escura dentro da sua própria cabeça , essa sala não tem luz, nao tem porta e nao tem janela, só tem vc e seus demonios, todos gritam ao mesmo tempo, e vc não consegue enfrentalos vc só consegue se sentir cada vez mais fraco, cada vez mais impotente a situação, vc sabe que tudo é da sua cabeça nada disso está acontecendo, as pessoas te amam, você tem afeto , carinho, mas seus demonios gritam que não, que vc é o culpado por tudo, não importa o que seja, todos vão te abandonar, e no final vc ta sozinho, pq é assim q vc se sente sozinho.
E os remédios ainda não fazem efeito, mas ao menos vc consegue dormir, mas tem um problema depois de dormir vc vai acordar e tudo vai se repetir.


Parece frescura né? Mas não é, pq eu gostaria muito de conseguir ler um livro inteiro, gostaria muito de sair e caminhar por aí, gostaria muito de fazer coisas q eu sempre fiz mas simplesmente não consigo mais, sabe pq? pq doi e doi muito e dor nunca é frescura.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

quem se importa?

Eu queria gritar tanto, tão alto que minha cabeça iria explodir.
Eu queria não sentir nada disso que eu sinto.
Eu não queria tanto morrer.
Eu queria conseguir sentir o amor que as pessoas sentem por mim invés de só me sentir um peso sempre.
Eu queria poder estar bem.
Eu queria tantas coisas.
Eu não entendo meus sentimentos, eu não entendo meus pensamentos, eu não entendo essa culpa que eu sinto, eu não entendo o porque ainda estou vivo e não entendo o porque de não conseguir acabar com tudo logo.
Eu não entendo a guerra que é todo dia para eu conseguir sair da cama, eu não entendo porque tudo dói tanto, minha cabeça, minha alma e meu corpo.
Eu não entendo a discussão interna que tenho todos os dias comigo mesmo me culpando por tudo que acontece de ruim comigo e na minha volta e entendo menos ainda como eu sempre perco essa discussão pra mim mesmo.
Eu não entendo minha falta de vontade de viver, eu não entendo nada.
Queria tanto poder falar com as pessoas mas o medo de me tornar um peso maior ainda não deixa.
Queria tanto que alguém me olhasse nos olhos e simplesmente me abraçasse.
Queria tanto que me falassem "eu entendo sua dor" e não me exigissem nada além disso.
Queria tanto eu poder entender a minha dor.
Queria tanto que as pessoas não esperassem mais nada de mim e se eu morresse apenas falassem "ele precisava disso, ele não aguentava mais.
Eu queria tantas coisas.
Queria ser mais afetuoso com minha familia, com meus amigos.
Queria ter mais paciência e não ser esse monstro que me tornei.
Queria me olhar no espelho e não pensar mais "quem sou eu? e no que eu me tornei?"
Queria suportar a minha existência.
Queria passar uma noite sem chorar porque não sei mais como fazer as coisas, como viver.
Eu queria não me sentir mais tão sozinho, mesmo sabendo que não estou.
Eu queria ter o controle de novo, dos meus pensamentos, das minhas palavras ,da minha vontade, eu queria saber lidar com tudo isso.
Se eu mesmo não me aguento como posso querer que alguém o faça?
E nos final das contas, quem se importa mesmo?

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Castelos feitos de areia...

Ontem eu tive as horas mais aterrorizantes da minha vida, fui completamente dominado por um sentimento ruim que eu não sabia como tirar de mim, fiquei batendo e raspando minha cabeça na parede até esfolar, tentei me sufocar, tentei me enforcar e nada dava certo, eu me sentia apavorado, tudo era dor, não uma dor física mas uma dor de dentro pra fora, sem dúvidas alguma esse é o fundo do poço , estava disposto facilmente a acabar com tudo e única coisa que não me permitiu fazer isso foi pensar em que me encontrasse morto os danos que faria e essa pessoa seria meu pai, minha mãe ou irmã e da mesma forma que não me aguento mais a ultima coisa que quero e acabar causando o mal pra alguém por culpa da minha cabeça doentia.
Ainda ta doendo e muito, mas ao menos consegui aceitar um pouco a dor e estou bem mais calmo, não sei até quando, não sei até que horas, mas tenho sentido como nunca antes e como está difícil tudo. Não me vejo mais no espelho, não me reconheço mais em nada , me sinto um espectro de mim mesmo.
Não tenho coragem de falar disso com ninguém simplesmente não conseguiria e me sentiria pior por trazer preocupações.

"And she wished and prayed she would stop living, so she decided to die
She drove her wheel chair to the edge of the shore, and to her legs she smiled
You won't hurt me no more
But then a sight she'd never seen made her jump and sayLook, a golden winged ship is passing my wayAnd it really didn't have to stop, it just kept on going"

domingo, 10 de setembro de 2017

Breve momento

Eu fui dormir com a cabeça cheio e acordei ainda pior, sempre me culpei por tudo que aconteceu de errado , mas não estava sendo justo comigo, não fui eu que se travou em dar amor, não fui eu que me ausentei quando presença era necessário.
Cansei de ser uma peça coadjuvante da minha vida, cansei de tentar fazer o melhor pelos outros e não ter muita reciprocidade.