terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Tudo em paz.

Eu acredito em amor eterno mas não acredito em relação que dure pra sempre, tudo tem começo e fim e que se faz nesse meio é que faz valer a pena ou não, o último amor sempre será o pior é que mais se sofre já que quanto mais velhos ficamos mais planos existem em volta dá relação. E que acontece entre o começo e o fim do último amor também é sempre o melhor, o melhor sexo, os melhores sorrisos e risadas, os melhores momentos.
Acredito que finalmente entendi isso e como aproveitar cada momento dá melhor forma, valorizar cada abraço , cada risada, não me importar definitivamente com as pessoas que ela conversa , mesmo tendo vontade de matar todas elas, ainda sinto um ciúmes gigante mas cada vez mais consigo domar o sentimento. Tenho ainda muito que aprender sobre meu humor inconstante e não deixar isso transbordar, tenho conseguido só não sei até quando.
Até lá, posso dizer que os olhos dela falam mais pelo coração do que o boca e isso é isso é tão mágico, que tenho uma certeza que no fundo foi por isso que mais me apaixonei.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Falta tanto tempo, sobra tanta falta

Muito tempo sem escrever nada, minha cabeça já estava começando a falhar.
Lutei tanto pra ter um rotina simplória que agora que eu tenho estou enjoado e meu coração anseia por aventura, não que as coisas não estejam bem, pois estão.
Estou estável em um emprego merda, tenho uma namorada sensacional, moro no meu canto onde ninguém me perturba, mas eu sinto falta dá estrada, das incertezas de onde eu estaria amanhã, dos lugares feios, dos lugares bonitos, por mais que eu tente ir contra isso casa vê, mais eu sinto que nasci pra estar por ai, nao ter bem pra onde voltar.
Me sinto feliz l, me sinto em paz, mas me sinto incompleto e isso me inquieta. Não sei se estou apenas ansioso dá insônia dessa noite, que aliás sono é algo que sempre será um problema pra mim, nunca vai se regularizar. Mas precisava botar fora alguma coisa, estava sufocado
Boa noite